Deserto do Atacama – como chegar e como fazer os passeios

28 de outubro de 2018

Uma viagem ao Deserto do Atacama de carro, moto, ou mesmo de avião é um dos melhores programas de férias na América do Sul. Quem mora em Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, consegue traçar roteiros para chegar lá em três ou quatro dias de viagem. Quem mora no Norte ou Nordeste ou tem menos tempo, pode ir de avião e alugar um carro em Calama. É uma viagem que vale muito a pena, roteiros de 5 ou 7 dias com base em San Pedro de Atacama valem todo o esforço para chegar lá.

Veja aqui todos posts da nossa viagem de carro pela Argentina, Chile e Bolívia.

Como chegar ao Atacama de carro



Booking.com


Na nossa viagem saímos de Porto Alegre e seguimos até Salta. Quem vai ao Atacama segue pelo Paso de Jama em mais um dia de viagem e chega a San Pedro de Atacama. Nós resolvemos “subir” e entramos na Bolívia. Mas como dividir a viagem desde Porto Alegre até Salta? Dividimos os cerca de 1800Km que separam as cidades em três dias, aproveitando que a matemática nos ajudou e a distância entre as cidades intermediarias resultou praticamente a mesma: de 600Km de Porto Alegre a Uruguaiana, mais 550Km de Uruguaiana a Saenz Peña e os últimos 650 Km de Saenz Peña a Salta. Quem viaja sem crianças consegue fazer em menos tempo se aproveitar a disposição do primeiro dia de viagem para cumprir o trecho de POA a Corrientes, ou esticar um pouquinho mais cruzando o Rio Paraná e dormir na cidade de Resistência. Assim chegará a Salta com dois dias de estrada.
Esses primeiros 1800Km de estrada pouco oferecem diante da expectativa pelo Atacama, mas seria injusto dizer que não há nada para ver no caminho. A cidade de Presidente Roque Saenz Peña se esforça no meio do Chaco para despertar o interesse dos visitantes de uma noite. Passamos um dia na cidade e contamos aqui como é.

Como chegar ao Atacama de avião

O aeroporto mais próximo de San Pedro de Atacama fica na cidade de Calama. A maneira mais econômica de se chegar ao Atacama costuma ser voando do Brasil a Santiago do Chile eventualmente usando suas milhas, e de lá comprar uma nova passagem separada do trecho internacional. As low cost chilenas Sky Airline (que já está vendendo trechos desde o Brasil a Calama) ou JetSmart costumam operar o voo entre Santiago  e Calama bem mais em conta que a LAN. Devemos no entanto alertar que essa alternativa é arriscada, uma vez que as companhias aéreas não se comprometem por conexões montadas em passagens compradas separadamente. Ou seja, se por qualquer motivo você perder a conexão, ainda que que o atraso tenha sido causado pela cia aérea, a remarcação do segundo voo correrá por sua conta. Se optar por essa alternativa, programe um ou dois dias em Santiago na ida e na volta para garantir as conexões dos voos!

Como fazer os passeios no Atacama por conta




O orçamento de uma viagem ao Deserto do Atacama pode atingir valores bem elevados. Uma forma de reduzir esse custo é realizar pelo menos alguns passeios por conta! Mesmo que você tenha ido de avião, vale a pena alugar um carro já em Calama, ainda mais se estiver em  família. Os passeios são cobrados por pessoa, e o sinal de multiplicação da calculadora não perdoa.  Alugar um carro vai proporcionar um aproveitamento muito melhor dos seus dias, quer fazendo mais atrações em menos tempo ou permanecendo mais nas atrações mais importantes. Você pode parar quando quiser para fotos, e não viaja apertado em uma van, as vezes sentando no meio e sem acesso sequer à janela.

Não é necessário um veículo 4×4, essa é uma viagem acessível a qualquer modelo de carro. Tanto que nenhuma das vans que servem aos passeios vendidos em San Pedro de Atacama é 4×4.  A maior parte das estradas é asfaltada, sem buracos e bem sinalizada, você não terá dificuldade para localizar as atrações. Existem sim trechos de terra, principalmente na chegada às atrações. Mas terra e buracos não são motivo para necessitar de 4×4. Você verá várias caminhonetes vermelhas, locadas em Calama. Não precisa disso, você pode locar um carro comum para circular pelas estradas chilenas.

Quem tem mais disposição pode inclusive alugar uma bike para visitar as atrações mais próximas, como o Valle de la Muerte e o Valle de la Luna, ou mesmo esticar até a Laguna de Cejar. Esta última é a mais distante de San Pedro de Atacama, a 20Km de distância. Parece pouco para quem está  habituado a pedalar, mas lembre-se que você está num deserto e a 2400 metros de altitude e que precisará pedalar o caminho de volta!

Como fazer os passeios no Atacama com agência



Se fazer os passeios por conta é mais barato, contratar uma agência para cuidar de tudo sempre vai ser mais confortável. Você pode contratar todos os passeios que desejar já aqui no Brasil, ou deixar para faze a contratação diretamente em San Pedro de  Atacama.  Vamos ver as vantagens  e desvantagens de cada opção!

Contratar os  passeios no  Atacama no Brasil

Na grande maioria das vezes é a forma mais cara de fazer essa viagem. Mas vamos deixar uma coisa clara: não existe vantagem grátis! Se pagar por tudo aqui no Brasil é a maneira mais cara de fazer sua viagem, é também a mais segura (contanto que você tenha contratado uma empresa sólida). A legislação brasileira é uma das que mais protege o consumidor, e qualquer coisa que esteja em desacordo com o contratado pode gerar um processo contra a agência. Por isso, ao  contrário do que muitos imaginam, as agências brasileiras não buscam parceiros mais baratos para aumentarem suas margens, mas sim buscam as melhores e mais sólidas empresas chilenas para garantirem a qualidade dos serviços prestados. Se estiver disposto a pagar mais pelo conforto, pague certo: contrate uma agência especializada no destino, onde você seja atendido por quem já esteve lá e sabe do que está falando.

Negociar no Brasil, pagar no Chile

Um meio termo entre conforto e preço é negociar diretamente pela internet com as agências chilenas, e pagar diretamente a eles ao chegar. Muitos brasileiros trabalham no Chile, e mesmo os chilenos compreendem perfeitamente português. Você pode trocar mensagens pelo WhatsApp e sair do Brasil com agenda fechada. Busque indicações de agências em outros blogs (não indicamos porque não  usamos serviço de nenhuma) ou grupos de viagens ou fóruns. Mas tenha paciência: nem  sempre suas mensagens serão respondidas de imediato.

Negociar os passeios ao chegar no Atacama

Consideramos a pior opção. Embora seja a mais barata por permitir negociar descontos in loco e para passeios do  dia seguinte que ainda não foram preenchidos, é também a menos cômoda.  Lembre que o seu tempo no Atacama custa dinheiro, e passar um turno que seja caminhando de agência em agência pode custar mais  caro  que o que eventualmente você venha a economizar. Entrar em uma agência sem ter lido referências na internet, contratar as vagas que  “sobraram” dos passeios e mesmo correr o risco de deixar de fazer o que deseja por não haver mais vagas em agência alguma não faz sentido.

Mais para você ler : 

Gosta de Blogs de Viagem? Saiba como colaborar clicando aqui!
Veja os pacotes para o Atacama disponíveis no Decolar.com e na CVC
Saiba tudo sobre o Deserto do Atacama na página específica do TripAdvisor
Grupos no Facebook sobre o Atacama : Deserto do Atacama- Santiago e CHILE e San Pedro de Atacama para turistas brasileiros.



Booking.com

Compartilhe:
Al ain e o Monte Jebel Hafeet
< Post Anterior
Al ain e o Monte Jebel Hafeet
Laguna Chaxa e Lagunas Altiplânicas
Próximo >
Laguna Chaxa e Lagunas Altiplânicas
Comente pelo Facebook:
Escreva seu comentário:
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça no comentário? Clique aqui.