Lagunas Cejar, Piedra e Valle de la Luna

12 de novembro de 2018



Em nosso segundo dia de passeios no Atacama visitamos as Lagunas Cejar, Piedra e Baltinache, e após fomos ao Vale da Lua. Escolhemos atrações mais próximas ao povoado para compensar o dia anterior, em que fomos até as distantes Lagunas Altiplânicas.

Laguna Cejar, Piedra e Baltinache

É na Laguna Piera que se pode flutuar como no mar morto. Em função da grande concentração de sal na água é praticamente impossível afundar. As belíssimas Lagunas Cejar e Baltinache acabam se tornando injustamente apenas coadjuvantes diante da expectativa dos visitantes pela sensação única de flutuar na laguna. Duas dicas importantes: evite molhar os cabelos. Evite mesmo, pois retirar o sal dos cabelos é uma tarefa extremamente difícil!

Leve água, quanto mais melhor. Nós levamos três galões de cinco litros com água da torneira do hostal. Apesar da haver uma ótima estrutura com chuveiros e vestiários, essa estrutura fica um pouco distante da Laguna. E ainda que essa distância seja pouca, ter a água ao seu lado para lavar os olhos caso você se distraia e passe a mão salgada neles fará uma diferença e tanto. Believe me!! Uma terceira dica é quanto ao horário para fazer a visita. A maioria das excursões sai no final da tarde, por volta das 16h. Se você estiver lá 1h antes vai pegar a Laguna vazia, ao contrário de algumas fotos que encontramos na internet. Ao contrário dos outros lugares onde o ingresso gira em torno de 3 mil pesos, a entrada na Laguna Cejar custa 15 mil pesos chilenos, e é necessário pagar ainda que você não vá entrar na água.


Booking.com


Esse é um passeio que vendido por agências costuma incluir os Ojos del Salar e a Laguna Tebinquinche. Ojos el Salar são duas crateras pequenas mas profundas, em formato circular, onde também é possível nadar. No entanto a água não tem grande concentração de sal, então se não souber nadar você vai afundar! A Laguna Tebinquinche disputa com o Valle de la Luna o título de pôr-do-sol mais bonito do Atacama. Sua grande extensão, com margens brancas de sal que se tornam amareladas com os raios do sol e a imagem do Vulcão Licancabur compondo a imagem ao fundo criam todo o ambiente para um momento inesquecível!

Valle de la Luna


O Vale da Lua fica pertinho de San Pedro de  Atacama, muita gente vai até lá de bicicleta. É um ótimo passeio para o dia da chegada a SPA, pois está na mesma altitude, não exige grandes deslocamentos e você pode fazer em um final de tarde. O visual incrível dá o tom do que você vai encontrar pela frente! A área do Valle é bastante grande, e ao longo dele você vai encontrar algumas atrações destacadas. Tente identificar cada uma delas! Note que a maioria das agências que fazem passeios incluem o Valle de la Muerte (ou Vale de Marte) no mesmo dia. Como estávamos de carro, preferimos nos dedicar ao Vale da Lua e deixar o da Morte para o dia seguinte.

Pedra do Coyote




É no Mirante da Pedra do Coiote que você pode podia tirar aquela foto na beira do precipício, com todo o Vale da Lua ao fundo. Infelizmente não é mais  possível  chegar tão na beirada devido a rachaduras que comprometem a segurança do local. Mas isso em nada compromete  a visita, que continua oferecendo  um visual magnífico de  todo o  Vale! Nossa dica: vá pela manhã e tenha o lugar todo apenas para você! Como a Pedra do Coyote é conhecida pelo belíssimo por-do-sol (ok, volte no final do dia), todos os passeios se concentram nesse horário. Não chega a ser uma multidão, pois o lugar é bastante grande e  as  pessoas se espalham, mas nada como a tranquilidade de estar sozinho ali! O Mirante faz parte do Valle de la Luna, e o ingresso pago é válido para acesso pela outra portaria, dentro do Valle, por onde você  chega às demais atrações.

Cânion e Cuervas de Sal

é uma passagem que inicia como cânion, cujas paredes apresentam esbranquiçadas pelos cristais de sal ali existentes. Depois a passagem vai se estreitando até formar quase que uma caverna, “las cuevas de sal”. Leve uma lanterna, pode ser pequena.

Três Marias

Na verdade são duas, pois uma está quebrada. São formações de pedra que se assemelham a mulheres (as “Marias”) e se destacam em uma área plana do Valle. Me pareceu algo meio forçado, não consegui identificar nada além de um a pedra fina e alta!

Duna Mayor

Exige um pouco mais de condicionamento para subir pela areia, mas nada de exagero. A subida pode ser feita por qualquer pessoa. Do alto se tem uma visão sobre o vale do lado oposto à Pedra do Coiote. É também um ponto de encontro para assistir ao pôr-do-sol. Como o sol se põe por detrás das montanhas, acaba fazendo sombra no Valle, e não iluminando. Se você precisa escolher entre o pôr-do-sol da Duna Mayor e o da Piedra del Coyote, escolha o segundo.

Anfiteatro

é a formação mais  imponente. Do lado de fora, quem passa pela estrada vê apenas um alto paredão. Mas quem o localiza do alto de um mirante consegue identificar claramente a formação de um anfiteatro, com as laterais diminuindo a  altura gradativamente e o “interior” do anfiteatro com areia mais fofa.

Valle de Marte (ou Valle de la Muerte)


Menos estruturado que o Valle de La Luna, o Valle de Marte fica do lado oposto da Ruta 23. Lembra a superfície de marte por causa da coloração avermelhada de seu interior. A entrada para o Vale de Marte é uma das poucas no Atacama que não tem nenhuma sinalização! Fica à direita de quem sai de SPA, junto a uma placa que indica que você está na Cordillera de la Sal (veja aqui). Um acesso mais rápido e fácil ao ponto de observação onde levam os passeios fica mais adiante na estrada, aqui. Nós percorremos o  caminho entrando logo no primeiro acesso ao sair de San Pedro, até um ponto em que não  pudemos prosseguir devido ao acúmulo de areia na estrada. Seguimos a pé, subimos, fotografamos.

Mais para você ler : 

Gosta de Blogs de Viagem? Saiba como colaborar clicando aqui!
Veja os pacotes para o Atacama disponíveis no Decolar.com e na CVC
Saiba tudo sobre o Deserto do Atacama na página específica do TripAdvisor
Grupos no Facebook sobre o Atacama : Deserto do Atacama- Santiago e CHILE e San Pedro de Atacama para turistas brasileiros.



Booking.com

Compartilhe:
Laguna Chaxa e Lagunas Altiplânicas
< Post Anterior
Laguna Chaxa e Lagunas Altiplânicas
Comente pelo Facebook:
Escreva seu comentário:
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça no comentário? Clique aqui.